Simulado OAB


 Exame: OAB EXAME XIX -
 Data da prova: 04-2016 -
 Questão na prova: 71 -
 Ramo: Direito do Trabalho -
 Tema: Da Suspenção e Interrupção do Contrato de Emprego
 Organizadora: FGV
 Dificuldade: Relativamente Difícil
1Maria trabalha para a sociedade empresária Beta e recentemente foi aposentada por invalidez. Diante desse fato, a empresa cancelou o plano de saúde de Maria. Em relação à hipótese retratada e de acordo com a lei e o entendimento sumulado do TST, assinale a afirmativa correta.
A sociedade empresária agiu corretamente, pois a aposentadoria por invalidez rompeu o contrato de trabalho.
A sociedade empresária poderia, diante da situação retratada e a seu exclusivo critério, manter ou não o plano de saúde.
A sociedade empresária terá obrigação de manter o plano por 12 meses, quando terminaria a estabilidade da obreira.
A sociedade empresária se equivocou, porque o contrato está suspenso, devendo ser mantido o plano de saúde.
 Exame: OAB EXAME XIII -
 Data da prova: 04-2014 -
 Questão na prova: 73 -
 Ramo: Direito do Trabalho -
 Tema: Da Suspenção e Interrupção do Contrato de Emprego
 Organizadora: FGV
 Dificuldade: Relativamente Fácil
2Maria, empregada de uma panificadora, adotou uma criança em idade de alfabetização. Quando da adoção, obteve a informação de que faria jus à licença-maternidade, daí decorrente. Em conversa com seu empregador, Maria foi informada que não desfrutava do mencionado benefício. Na dúvida a empregada requereu a licença-maternidade junto ao INSS. Diante do caso apresentado, assinale a afirmativa correta.
A duração da licença-maternidade de Maria tem variação de acordo com a idade da criança adotada.
Maria não tem direito à licença-maternidade, pois se trata de adoção e a legislação não prevê essa hipótese.
Maria tem direito à licença-maternidade de 120 dias, sem prejuízo do emprego e do salário, independentemente da idade da criança adotoda.
Maria tem direito a duas semanas de licença-maternidade correspondentes ao período de adaptação necessário na adoção.
 Exame: OAB EXAME XVI -
 Data da prova: 03-2015 -
 Questão na prova: 72 -
 Ramo: Direito do Trabalho -
 Tema: Da Suspenção e Interrupção do Contrato de Emprego
 Organizadora: FGV
 Dificuldade: Relativamente Fácil
3Patrícia recebeu a comunicação de sua dispensa em 05/05/2013, e na carta constava que o aviso prévio seria trabalhado. Após 15 (quinze) dias do curso do aviso prévio, Patrícia adoeceu gravemente, entrando em gozo de benefício previdenciário de auxílio-doença por 60 (sessenta) dias. Entretanto, ao que seria o prazo final do aviso prévio, Patrícia foi dispensada e a empresa consignou as verbas rescisórias, não pagando o reajuste da data-base da categoria, ocorrida no curso do aviso prévio. Sobre o caso apresentado, assinale a afirmativa correta.
Os efeitos da dispensa, no caso de concessão de auxílio- doença no curso do aviso prévio, só se concretizam depois de expirado o benefício previdenciário. Portanto, a empresa só poderia dispensar Patrícia depois disso, devendo pagar a diferença salarial decorrente do reajuste da data-base, com reflexos nas verbas rescisórias.
A empresa errou apenas com relação a não pagar as diferenças salariais do reajuste da data-base, pois ocorreu no curso do contrato de emprego, dada a projeção do aviso prévio. No mais, não há efeitos, já que o auxílio- doença não tem o condão de prorrogar o contrato de trabalho já terminado.
A empresa está correta, já que a manifestação de vontade da dispensa se deu antes do auxílio-doença e antes da data-base da categoria, logo configurado ato jurídico perfeito.
A dispensa fica prorrogada, mas não há alteração pecuniária, pois a comunicação da dispensa já havia ocorrido e a projeção do aviso prévio é mera ficção jurídica.
 Exame: OAB EXAME XXXIII -
 Data da prova: 10-2021 -
 Questão na prova: 70 -
 Ramo: Direito do Trabalho -
 Tema: Da Suspenção e Interrupção do Contrato de Emprego
 Organizadora: FGV
 Dificuldade: Relativamente Fácil
4Walmir foi empregado da sociedade empresária Lanchonete Chapa Quente Ltda., na qual atuou como atendente por um ano e três meses, sendo dispensado sem justa causa em julho de 2021. A sociedade empresária procura você, como advogado(a), para saber o modo de pagamento dos direitos devidos a Walmir. De acordo com o que dispõe a CLT, sabendo-se que a norma coletiva nada dispõe a respeito, assinale a afirmativa correta.
Uma vez que o contrato vigorou por mais de um ano, deve ser feita a homologação perante o sindicato de classe do empregado ou perante o Ministério do Trabalho.
O pagamento poderá ocorrer na própria empresa, pois não há mais necessidade de homologação da rescisão contratual pelo sindicato profissional ou pelo Ministério do Trabalho.
Não havendo discórdia sobre o valor devido a Walmir, deverá ser apresentada uma homologação de acordo extrajudicial na Justiça do Trabalho, com assinatura de advogado comum.
A sociedade empresária, ao optar por fazer o pagamento em suas próprias instalações, deverá obrigatoriamente depositar o valor na conta do trabalhador para ter a prova futura do adimplemento. B
 Exame: OAB EXAME XVIII -
 Data da prova: 11-2015 -
 Questão na prova: 72 -
 Ramo: Direito do Trabalho -
 Tema: Da Suspenção e Interrupção do Contrato de Emprego
 Organizadora: FGV
 Dificuldade: Relativamente Fácil
5Jefferson, empregado da sociedade empresária Editora Século XIX, resolve adotar, sozinho, uma criança de 5 anos de idade. Diante da hipótese, de acordo com a legislação em vigor, assinale a afirmativa correta.
Jefferson não terá direito à licença-maternidade, por falta de dispositivo legal.
Jefferson receberá salário-maternidade, mas não terá direito à licença-maternidade, porque a regra aplica-se apenas às mulheres.
Jefferson terá direito à licença-maternidade, pois este direito aplica-se à pessoa que adotar, independentemente do gênero.
Jefferson terá direito à licença-maternidade de 60 dias.
 Exame: OAB EXAME XXI -
 Data da prova: 11-2016 -
 Questão na prova: 70 -
 Ramo: Direito do Trabalho -
 Tema: Da Suspenção e Interrupção do Contrato de Emprego
 Organizadora: FGV
 Dificuldade: Relativamente Fácil
6As irmãs Rita e Tereza trabalham para o mesmo empregador. Quando Rita engravida, Tereza, que não pode ter filhos naturais, resolve adotar uma criança. Assim, logo após o nascimento da filha de Rita, Tereza adota uma criança de 6 meses de idade. Considerando a situação posta e de acordo com as leis vigentes, assinale a afirmativa correta.
Ambas terão estabilidade de até 5 meses, sendo que, para Rita, o período será contado do parto e para Tereza, do momento da adoção.
Ambas sairão em licença maternidade, mas Tereza, por ser mãe adotiva, terá período um pouco menor, de 60 dias.
Rita terá garantia no emprego até 5 meses após o parto, enquanto Tereza não.
Ambas terão o salário pago diretamente pelo empregador, enquanto durar a licença maternidade.
 Exame: OAB EXAME XXVI -
 Data da prova: 08-2018 -
 Questão na prova: 75 -
 Ramo: Direito do Trabalho -
 Tema: Da Suspenção e Interrupção do Contrato de Emprego
 Organizadora: FGV
 Dificuldade: Relativamente Difícil
7Lucas trabalhava em uma empresa estatal, cuja norma interna regulamentar previa a necessidade de sindicância administrativa para apuração de falta e aplicação de suspensão. Após quatro anos de contrato sem qualquer intercorrência, em determinada semana, Lucas faltou sem qualquer comunicação ou justificativa por dois dias consecutivos. Diante disso, logo após o seu retorno ao trabalho, seu superior hierárquico aplicou a pena de suspensão por três dias. Na qualidade de advogado de Lucas, que tem interesse em manter o emprego, você deverá requerer
a rescisão indireta do contrato por punição excessiva.
a nulidade da punição, pois não foi observada a norma regulamentar da empresa.
a conversão da suspensão em advertência.
a ausência de nexo de causalidade e o decurso de tempo entre a punição e a falta.
 Exame: OAB EXAME XXXI -
 Data da prova: 02-2020 -
 Questão na prova: 72 -
 Ramo: Direito do Trabalho -
 Tema: Da Suspenção e Interrupção do Contrato de Emprego
 Organizadora: FGV
 Dificuldade: Relativamente Difícil
8Enzo é professor de Matemática em uma escola particular, em que é empregado há 8 anos. Após 2 anos de namoro e 1 ano de noivado, irá se casar com Carla, advogada, empregada em um escritório de advocacia há 5 anos. Sobre o direito à licença pelo casamento, de acordo com a CLT, assinale a afirmativa correta.
O casal poderá faltar aos seus empregos respectivos por até 3 dias úteis para as núpcias.
Carla, por ser advogada, terá afastamento de 5 dias e Enzo, por ser professor, poderá faltar por 2 dias corridos.
Enzo poderá faltar ao serviço por 9 dias, enquanto Carla poderá se ausentar por 3 dias consecutivos.
Não há previsão específica, devendo ser acertado o período de afastamento com o empregador, observado o limite de 10 dias.
 Exame: OAB EXAME XXI -
 Data da prova: 11-2016 -
 Questão na prova: 73 -
 Ramo: Direito do Trabalho -
 Tema: Da Suspenção e Interrupção do Contrato de Emprego
 Organizadora: FGV
 Dificuldade: Relativamente Difícil
9Paula e Joyce são empregadas de uma mesma sociedade empresária. O irmão de Paula faleceu e o empregador não autorizou sua ausência ao trabalho. Vinte dias depois, Joyce se casou e o empregador também não autorizou sua ausência ao trabalho em nenhum dia. Como advogado(a) das empregadas, você deverá requerer
em ambos os casos, a ausência ao trabalho por três dias consecutivos.
um dia de ausência ao trabalho para Paula e de três dias para Joyce.
a ausência ao trabalho por dois dias consecutivos, no caso de Paula e, de até três dias, para Joyce.
a ausência ao trabalho por dois úteis dias no caso de Paula e, de até três dias úteis, para Joyce.
 Exame: OAB EXAME XXVIII -
 Data da prova: 03-2019 -
 Questão na prova: 79 -
 Ramo: Direito do Trabalho -
 Tema: Da Suspenção e Interrupção do Contrato de Emprego
 Organizadora: FGV
 Dificuldade: Relativamente Difícil
10Em uma greve ocorrida há dois dias dentro de uma indústria metalúrgica, o dirigente sindical, que é empregado da referida empresa, agrediu fisicamente o diretor com tapas e socos, sendo a agressão gravada pelo sistema de segurança existente no local. O dono da empresa, diante dessa prática, pretende dispensar o empregado por justa causa. Em razão disso, ele procura você, como advogado(a), no dia seguinte aos fatos narrados, para obter sua orientação. De acordo com o disposto na CLT, assinale a opção que apresenta sua recomendação jurídica e a respectiva justificativa.
Dispensar imediatamente o empregado por justa causa e ajuizar ação de consignação em pagamento dos créditos porventura devidos.
Apresentar notícia-crime e solicitar da autoridade policial autorização para dispensar o empregado por justa causa.
Suspender o empregado e, em até 30 dias, ajuizar inquérito para apuração de falta grave.
Não fazer nada, porque a justa causa teria de ser aplicada no dia dos fatos, ocorrendo então perdão tácito
 Exame: OAB EXAME XV -
 Data da prova: 11-2014 -
 Questão na prova: 74 -
 Ramo: Direito do Trabalho -
 Tema: Da Suspenção e Interrupção do Contrato de Emprego
 Organizadora: FGV
 Dificuldade: Relativamente Fácil
11Os empregados da empresa Calçados Ribeiro Ltda. decidem entrar em greve para reivindicar aumento de salário. A greve foi deliberada e votada em assembleia convocada apenas para tal, tendo o empregador sido comunicado com 48 horas de antecedência acerca do movimento paredista. Durante a greve, de acordo com a Lei,
os contratos de trabalho ficarão interrompidos.
não há uma diretriz própria, na medida em que a Lei é omissa a respeito, cabendo ao Judiciário decidir.
o empregador pode contratar imediatamente substitutos para o lugar dos grevistas.
os contratos de trabalho ficarão suspensos.
 Exame: OAB EXAME XXVI -
 Data da prova: 08-2018 -
 Questão na prova: 72 -
 Ramo: Direito do Trabalho -
 Tema: Da Suspenção e Interrupção do Contrato de Emprego
 Organizadora: FGV
 Dificuldade: Relativamente Fácil
12Considerando a grave crise financeira que o país atravessa, a fim de evitar a dispensa de alguns funcionários, a metalúrgica Multiforte Ltda. pretende suspender sua produção por um mês. O Sindicato dos Empregados da indústria metalúrgica contratou você para, como advogado, buscar a solução para o caso. Segundo o texto da CLT, assinale a opção que apresenta a solução de acordo mais favorável aos interesses dos empregados.
Implementar a suspensão dos contratos de trabalho dos empregados por 30 dias, por meio de acordo individual de trabalho.
Conceder férias coletivas de 30 dias.
Promover o lockout.
Implementar a suspensão dos contratos de trabalho dos empregados por 30 dias, por meio de acordo coletivo de trabalho.
 Exame: OAB EXAME XXXIII -
 Data da prova: 10-2021 -
 Questão na prova: 75 -
 Ramo: Direito do Trabalho -
 Tema: Da Suspenção e Interrupção do Contrato de Emprego
 Organizadora: FGV
 Dificuldade: Relativamente Difícil
13Jorge e Manoel integram a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) da empresa na qual trabalham. Jorge é representante do empregador e Manoel, representante dos empregados. Durante a vigência dos seus mandatos, ambos foram dispensados, sem justa causa, na mesma semana, recebendo aviso prévio indenizado. Considerando a situação de fato e a previsão da CLT, assinale a afirmativa correta.
Não há empecilho à dispensa de Jorge, mas Manoel tem garantia no emprego e não poderia ser desligado sem justa causa.
Ambos os empregados podem ser dispensados, porque o empregador concedeu aviso prévio indenizado.
Jorge, por ser representante do empregador junto à CIPA e dele ter confiança, não poderá ser dispensado, exceto por justa causa.
Nenhum empregado integrante da CIPA pode ser dispensado sem justa causa durante o mandato e até 1 ano após.
 Exame: OAB EXAME XX -
 Data da prova: 07-2016 -
 Questão na prova: 71 -
 Ramo: Direito do Trabalho -
 Tema: Da Suspenção e Interrupção do Contrato de Emprego
 Organizadora: FGV
 Dificuldade: Relativamente Fácil
14Após ter sofrido um acidente do trabalho reconhecido pela empresa, que emitiu a competente CAT, um empregado afastou-se do serviço e passou a receber auxílio-doença acidentário. Sobre a situação descrita, em relação ao período no qual o empregado recebeu benefício previdenciário, assinale a afirmativa correta.
A situação retrata caso de suspensão contratual e a empresa ficará desobrigada de depositar o FGTS na conta vinculada do trabalhador.
Ocorrerá interrupção contratual e a empresa continua com a obrigação de depositar o FGTS para o empregado junto à CEF.
Ter-se-á suspensão contratual e a empresa continuará obrigada a depositar o FGTS na conta vinculada do trabalhador.
Haverá interrupção contratual e a empresa estará dispensada de depositar o FGTS na conta vinculada do trabalhador.
 Exame: OAB EXAME XXXII -
 Data da prova: 06-2021 -
 Questão na prova: 75 -
 Ramo: Direito do Trabalho -
 Tema: Da Suspenção e Interrupção do Contrato de Emprego
 Organizadora: FGV
 Dificuldade: Difícil
15Bruno era empregado em uma sociedade empresária, na qual atuava como teleoperador de vendas on-line de livros e artigos religiosos, usando, em sua estação de trabalho, computador e headset. Em determinado dia, o sistema de câmeras internas flagrou Bruno acessando, pelo computador, um site pornográfico por 30 minutos, durante o horário de expediente. Esse fato foi levado à direção no dia seguinte, que, indignada, puniu Bruno com suspensão por 40 dias, apesar de ele nunca ter tido qualquer deslize funcional anterior. Diante da situação apresentada e dos termos da CLT, assinale a afirmativa correta.
A punição, tal qual aplicada pela empresa, importa na rescisão injusta do contrato de trabalho.
A punição é compatível com a gravidade da falta, devendo Bruno retornar ao emprego após os 40 dias de suspensão.
A empresa deveria dispensar Bruno por justa causa, porque pornografia é crime, e, como não o fez, considera-se perdoada a falta.
A empresa errou, porque, sendo a primeira falta praticada pelo empregado, a Lei determina que se aplique a pena de advertência.
0h 0m 0s
Curso de Síndico Profissional