Simulado OAB


 Exame: OAB EXAME XXI -
 Data da prova: 11-2016 -
 Questão na prova: 74 -
 Ramo: Direito do Trabalho -
 Tema: Fundo de Garantia do Tempo de Serviço
 Organizadora: FGV
 Dificuldade: Relativamente Difícil
1O empregado Júlio foi vítima de um assalto, fora do local de trabalho, sem qualquer relação com a prestação das suas atividades, sendo baleado e vindo a falecer logo após. O empregado deixou viúva e quatro filhos, sendo dois menores impúberes e dois maiores e capazes. Dos direitos abaixo listados, indique aquele que não é devido pela empresa e, de acordo com a lei de regência, a quem a empresa deve pagar os valores devidos ao falecido.
A indenização de 40% sobre o FGTS não é devida e os valores devidos ao falecido serão pagos aos dependentes habilitados perante a Previdência Social.
As férias proporcionais não são devidas e os valores devidos ao falecido serão pagos aos herdeiros.
O aviso prévio não é devido e os valores devidos ao falecido serão pagos aos herdeiros.
O 13º salário proporcional não é devido e os valores devidos ao falecido serão pagos aos dependentes habilitados perante a Previdência Social.
 Exame: OAB EXAME XXX -
 Data da prova: 10-2019 -
 Questão na prova: 71 -
 Ramo: Direito do Trabalho -
 Tema: Fundo de Garantia do Tempo de Serviço
 Organizadora: FGV
 Dificuldade: Relativamente Fácil
2Uma indústria de calçados, que se dedica à exportação, possui 75 empregados. No último ano, Davi foi aposentado por invalidez, Heitor pediu demissão do emprego, Lorenzo foi dispensado por justa causa e Laura rompeu o contrato por acordo com o empregador, aproveitando-se da nova modalidade de ruptura trazida pela Lei nº 13.467/17 (Reforma Trabalhista). De acordo com a norma de regência, assinale a opção que indica, em razão dos eventos relatados, quem tem direito ao saque do FGTS.
Davi e Laura, somente.
Todos poderão sacar o FGTS.
Laura, somente.
Davi, Heitor e Lorenzo, somente.
 Exame: OAB EXAME XX -
 Data da prova: 07-2016 -
 Questão na prova: 72 -
 Ramo: Direito do Trabalho -
 Tema: Fundo de Garantia do Tempo de Serviço
 Organizadora: FGV
 Dificuldade: Fácil
3Lúcia trabalha na sede de uma estatal brasileira que fica em Brasília. Seu contrato vigora há 12 anos e, em razão de sua capacidade e experiência, Lúcia foi designada para trabalhar na nova filial do empregador que está sendo instalada na cidade do México, o que foi imediatamente aceito. Em relação à situação retratada e ao FGTS, à luz do entendimento consolidado do TST, assinale a afirmativa correta.
Lúcia terá direito ao depósito do FGTS enquanto estiver trabalhando no México, que deverá continuar sendo depositado na sua conta vinculada no Brasil.
Usando-se a teoria atomista, chega-se à conclusão que Lúcia terá direito à metade do FGTS, que será depositado na sua conta vinculada.
Uma vez que na legislação do México não há previsão de FGTS, Lúcia não terá esse direito assegurado.
Para que Lúcia tenha direito ao FGTS, deverá assinar documento próprio para tal fim, devidamente traduzido.
 Exame: OAB EXAME XXIII -
 Data da prova: 07-2017 -
 Questão na prova: 74 -
 Ramo: Direito do Trabalho -
 Tema: Fundo de Garantia do Tempo de Serviço
 Organizadora: FGV
 Dificuldade: Relativamente Difícil
4Os irmãos Pedro e Júlio Cesar foram contratados como empregados pela sociedade empresária Arco Doce S/A e lá permaneceram por dois anos. Como foram aprovados em diferentes concursos públicos da administração direta, eles pediram demissão e, agora, com a possibilidade concedida pelo Governo, dirigiram-se à Caixa Econômica Federal (CEF) para sacar o FGTS. Na agência da CEF foram informados que só havia o depósito de FGTS de 1 ano, motivo por que procuraram o contador da Arco Doce para uma explicação. O contador informou que não havia o depósito porque, no último ano, Pedro afastara-se para prestar serviço militar obrigatório e Júlio Cesar afastara-se pelo INSS, recebendo auxílio-doença comum (código B-31). Diante desses fatos, confirmados pelos ex-empregados, o contador ponderou que não havia obrigação de a empresa depositar o FGTS durante 1 ano para ambos. Sobre a questão retratada e de acordo com a legislação em vigor, assinale a afirmativa correta.
A sociedade empresária tem razão na justificativa de Júlio Cesar, mas está errada em relação a Pedro.
A sociedade empresária está errada em relação a ambos os empregados.
No que tange a Pedro, a sociedade empresária está certa, mas, no tocante a Julio Cesar, não tem razão.
A pessoa jurídica está correta em relação a Pedro e a Júlio Cesar.
 Exame: OAB EXAME XXII -
 Data da prova: 04-2017 -
 Questão na prova: 74 -
 Ramo: Direito do Trabalho -
 Tema: Fundo de Garantia do Tempo de Serviço
 Organizadora: FGV
 Dificuldade: Relativamente Difícil
5Um aprendiz de marcenaria procura um advogado para se inteirar sobre o FGTS que vem sendo depositado mensalmente pelo empregador na sua conta vinculada junto à CEF, na razão de 2% do salário, e cujo valor é descontado juntamente com o INSS. Com relação ao desconto do FGTS, assinale a afirmativa correta.
O FGTS deveria ser depositado na ordem de 8% e não poderia ser descontado.
A empresa, por se tratar de aprendiz, somente poderia descontar metade do FGTS depositado.
A empresa está equivocada em relação ao desconto, pois o FGTS é obrigação do empregador.
A conduta da empresa é regular, tanto em relação ao percentual quanto ao desconto.
0h 0m 0s
Curso de Síndico Profissional