Vade Mecum Brasil

Autor(a) - Ivan Horcaio

28-02-2020 16h12

Resolução de Questões (Parte 1)

Embora não existam fórmulas mágicas para garantir o aprendizado, existem diversas maneiras de estudar que podem tornar os seus estudos mais eficazes. Cada um tem um jeito de lidar com o conteúdo: alguns se identificam mais com a teoria; outros, com a prática. E ainda existem aqueles que precisam de outros estímulos para conseguir absorver a matéria de maneira eficiente. Se estiver procurando um método novo, nossa sugestão é que você comece a estudar por meio de exercícios.

Talvez você esteja se perguntando: como assim, ir direto para a prática? É isso mesmo. Pode parecer estranho, mas muitos professores de concursos e vestibulares e muitos aprovados em provas diversas já testaram e comprovaram que esse método vai ajudá-lo a organizar de maneira eficiente os seus estudos e a perceber quais são as suas dificuldades na resolução de problemas.

Estamos acostumados a ler a matéria primeiro e, só então, partir para a realização de exercícios. No entanto, se achar que a sequência não está fazendo seus estudos renderem, você pode inverter essa ordem. Essa tática funciona muito bem para a maior parte dos assuntos, mas principalmente para quem presta concursos e precisa estudar conteúdos da área de Direito, tais como as leis, e da área de Exatas.

Veja bem: a leitura de uma lei pode ser muito maçante e, por isso mesmo, pouco produtiva, principalmente para quem não tem intimidade com esse tipo de texto. Então, em vez de começar a ler, pesquise por provas e bancos de questões nos quais tenha aparecido algo relacionado à lei que você precisa estudar e que foi solicitada pelo edital. Quando encontrá-las, marque na sua lei, ao lado do item mencionado pela questão (o artigo, o inciso, a alínea etc.), o nome da organizadora do concurso, o ano em que a questão caiu e a instituição.

Com isso, você terá em mãos os artigos (ou parágrafos, ou incisos, ou alíneas etc.) que mais têm sido cobrados pelos concursos. Assim, pode colocar suas energias somente neles, em vez de ler toda a lei e não conseguir absorver nada. Essa tática também funciona para outras áreas e para outras modalidades de provas, como os concursos vestibulares.

O simples ato de fazer exercícios já faz com que você treine a habilidade de raciocinar sobre o problema que precisa resolver. Ao resolver as questões, você mobiliza toda a sua atenção para encontrar a solução e, ao fazer isso repetidas vezes, desenvolve metodologias de resolução que podem te ajudar a ganhar agilidade.

Inicialmente, é preciso focar em entender a pergunta e identificar o que ela pode trazer de importante (como as pegadinhas ou as palavras-chave, que ajudam a situar qual parte do conteúdo está sendo avaliada). Só depois disso é que você deve passar para as alternativas de resposta ou, caso seja uma questão aberta, para a resolução.

Além, fazer muitos exercícios faz com que você se acostume a pensar como os organizadores de determinados concursos e vestibulares. É como se você se tornasse um especialista no estilo de determinada prova; assim, consegue antecipar, nem que seja um pouco, o que vai cair e, principalmente, como isso vai ser cobrado.

Vivam a vida, e até breve.
 

Atenção: o conteúdo desta publicação, bem como as ideias apresentadas, não representam necessariamente a opinião desta coluna, sendo de inteira responsabilidade de seu autor.


Generic placeholder image
Ivan Horcaio

Advogado. Autor de várias obras jurídica, notadamente de dicionários jurídicos, e também nas áreas de concursos públicos e Exame de Ordem. Foi editor chefe de conhecida editora jurídica, tento trabalhado na elaboração, edição e publicação de dezenas obras, sendo o organizador do vade mecum dessa editora por seis anos. Diretor de conteúdo do site Vade Mecum Brasil.




A Técnica Pomodoro

Criando um local de estudo

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA


^
subir