Vade Mecum Brasil

Autor(a) - Ivan Horcaio

05-03-2020 12h52

Uma Notícia Perturbadora

Um número cada vez maior de pessoas está fingindo ter déficit de atenção pra conseguir prescrições de estimulantes, ou seja, tomar remédio e aumentar a atenção através de drogas químicas.

O problema não está afetando apenas adolescentes: Uma executiva mexicana diz que antigamente ela podia fazer apresentações de cinco minutos em vídeo mas hoje em dia ela está obrigada a diminuir a mensagem pra um minuto e meio no máximo, caso contrário ninguém presta atenção e começa a checar o celular.

Outro indicador de falta de atenção ocorre nos casos em que a pessoa está lendo um livro interessante mas não consegue ler mais de duas páginas por vez pois dá uma vontade irresistível de ir conferir o e-mail ou as mídias sociais.

De certa maneira essas situações descritas representam um medo de perder o que pode estar acontecendo em outro canto. E também uma manifestação de que o aqui e agora não é muito interessante.

Nesses casos uma boa análise, com respeito a si próprio e sinceridade pode ajudar muito a identificar se esse é o seu caso.

Antigamente a prescrição de medicamentos para esses circunstâncias era apenas em casos graves, mas hoje acaba se transformando em um tipo de “melhorador de desempenho”.

Para quem está se perguntando se tem déficit de atenção ou se é uma mera falta de foco, vamos lembrar que nós estamos hoje vivendo em uma época com uma quantidade de informação muito maior do que alguns anos atrás.

Por isso é normal que fique mais difícil dar conta de tudo sem entender quais técnicas de foco utilizar.

Caso seja acredite que possa estar com problema de déficit de atenção, um profissional saberá fazer o diagnóstico nos casos de doença e principalmente saberá lhe aconselhar quando não é necessário nenhum remédio.

Lembre-se, a sua aprovação esta atrás de toda a técnica, metodologia e atenção que você possa dispor.

Vivam a vida, e até breve.

Atenção: o conteúdo desta publicação, bem como as ideias apresentadas, não representam necessariamente a opinião desta coluna, sendo de inteira responsabilidade de seu autor.


Generic placeholder image
Ivan Horcaio

Advogado. Autor de várias obras jurídica, notadamente de dicionários jurídicos, e também nas áreas de concursos públicos e Exame de Ordem. Foi editor chefe de conhecida editora jurídica, tento trabalhado na elaboração, edição e publicação de dezenas obras, sendo o organizador do vade mecum dessa editora por seis anos. Diretor de conteúdo do site Vade Mecum Brasil.




Um Pouco mais Sobre a Técnica Pomodoro

Você é Eficiente ou Eficaz?

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA


^
subir